Seguidores

sexta-feira, 11 de maio de 2012

FUTEBOL 7 - Apresentando um futebol paupérrimo, Barra Funda perde jogo e a invencibilidade de 2012.


Alexandre Xande / 2012.

Associação Esportiva Barra Funda:
em pé: Feijão (Treinador), Godião, Rondinelli, Antonio, Brunão e Bambam;
agachados: Diego, Xodó, Juninho, Jadson e Rodnei.





A Associação Esportiva Barra Funda apresentou um futebol paupérrimo na noite de ontem (10/5), o que decretou a derrota para a ótima equipe do Eskinão Futebol Clube, pelo placar de 3 a 2, no campo 1 do Gamma Esportes. Sem criatividade, sem velocidade e sem objetividade, a Barra Funda viu assim cair a sua invencibilidade no ano de 2012.





Alexandre Feijão / 2012.
O zagueiro Jadson faz o gol em cobrança "firme" de falta, para a Barra Funda. Esse gol não foi o suficiente para impedir a derrota da sua equipe, pelo placar de 3 a 2, diante do Eskinão.





O Eskinão começou o jogo com mais vontade e inteligência, e assim abriu o marcador aos 4'15", com gol do ala canhoto Tapioca. Aos 14'45", a Barra Funda chegou ao empate, com gol do zagueiro / ala Jadson, que cobrou firme falta defronte a linha da aréa, sem chances para o goleiro. O Eskinão voltou a liderar o placar, aos 24'50", com Denilson, aproveitando o rebote do goleiro Bambam, após um chutaço de Tapioca no gol. Daí em diante, apartida se apresentou muito truncada, com muitas faltas e reclamações das duas equipes, questionando o arbitro da partida, o Sr. (Bahia).





Alexandre Feijão / 2011.
O goleiro Bambam, mesmo jogando uma boa partida, não conseguiu evitar a derrota e a queda da sequência invicta da Barra Funda na Temporada de 2012, que já durava 7 jogos.





A metade final da partida continuou tensa, com várias reclamações e algumas rusgas entre os atletas das duas equipes. O Eskinão teve melhor sorte, quando aos 9'20" fez um gol com Lipão, aumentando assim a vantagem da equipe no jogo. A Barra Funda tentava melhorar na partida, mas suas alternativas de ataque não surtiam muito efeito. Somente aos 15'50" um dos ataques deu resultado positivo, quando o zagueiro Rondinelli, improvisado naquele momento como pivô, conseguiu balançar a rede do time adversário. Infelizmente para a Barra, esse gol não foi o suficiente para acender a centelha da virada na equipe, mantendo o resultado até o final: Barra Funda 2, Eskinão 3.





Alexandre Feijão / 2012.

Eskinão Futebol Clube:
Em pé: Bahia (arbitro), Onairam, Quel, Diego Orlando, Ricardo Chapolim e Kleber Cavalcante (Treinador);
Agachados: Tapioca, Vini e Wartan





A equipe Principal de Futebol 7 da Barra Funda agora aguarda a confirmação da partida amistosa marcada para a próxima quinta-feira (17/5), que deverá ser contra a equipe do Chapadão / Amigos da Bola Futebol e Samba, da cidade de Bertioga. SP, às 20 horas, no Gamma Esportes. O último encontro entres esses dois times, deu vitória para a Barra Funda, pelo placar de 9 a 5, no dia 13 de fevereiro, em Bertioga. SP.





Alexandre Feijão / 2011.

O zagueiro Rondinelli, no momento do seu gol, improvisado na posição de pivô, não pode ajudar mais para evitar a derrota da noite de ontem (10/5).





Ficha Técnica do Jogo:


Ass. Esp. Barra Funda  2  x  3    Eskinão F.C.


Data: 10/05/2012.          Horário: 20:13 h.
Local: Gamma Esportes - Campo 1 (Guarujá. SP).
Arbitro: .



A. E. Barra Funda:  Bambam, Brunão (c), Godião, Rodnei, Diego, Juninho e Jadson; Xodó, Rondinelli, Carlitos e Antônio. Téc.: Alexandre Souza (Feijão).

Gols: Jadson e Rondinelli.



Eskinão F.C.: Quel, Onairam, Diego Orlando (c), Tapioca, Vini, Wartan e Ricardo Chapolim; Denilson e Lipão. Téc.: Kleber Cavalcante.

Gols: Tapioca, Denilson e Lipão.




Nenhum comentário:

Postar um comentário